Diagnóstico do uso e conservação do solo em região de reforma agrária no semiárido

Authors

  • Antônia Elieth Muniz Carvalho Escola de Cidadania Lutando para Vencer do Assentamento Irapuá de Cima, Crateús - CE
  • Luan Alves Lima Universidade Federal do Ceará - UFC
  • Lucas de Sousa Oliveira UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ - UFC
  • Mirian Cristina Gomes Costa UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ - UFC

DOI:

https://doi.org/10.18378/rvads.v12i3.4870

Keywords:

Agricultura familiar, Manejo do solo, Desenvolvimento sustentável

Abstract

Nas regiões semiáridas, com destaque para o nordeste brasileiro, a agropecuária praticada nos assentamentos rurais é de base familiar. Supõe-se que a adoção de práticas convencionais de uso da terra favoreça a degradação dos solos. Neste estudo objetivou-se diagnosticar as práticas de uso da terra empregadas pelos agricultores, identificando as vulnerabilidades e a viabilidade de adoção de práticas conservacionistas ainda não utilizadas. Foi aplicado questionário com 20 perguntas sobre a caracterização e as formas de uso do solo no assentamento. O questionário foi aplicado à 19 famílias, representando uma amostra de 16% do universo de 120 famílias. Os agricultores reconheceram o predomínio de solos argilosos situados em relevo plano e levemente ondulado, além da presença de solos pedregosos. Foi relatado predomínio do plantio consorciado de milho e feijão, com uso dos restos culturais para a alimentação animal. Mais de 50% das famílias informaram fazer gradagem para preparo do solo, além da realização do plantio morro abaixo. Também foi relatado o uso do fogo para preparo das áreas e a não utilização de agroquímicos. A maior parte das famílias informaram que a assistência técnica proporcionada por entidades governamentais é a mais procurada, destacando a importância de que essas entidades orientem os agricultores quanto aos aspectos de manejo e conservação do solo ainda não utilizados. Os agricultores necessitam ser orientados para aprimorar práticas conservacionistas que já vêm sendo adotadas, tais práticas conservacionistas desenvolvidas no assentamento não devem ser consideradas apenas como interesse local, pois impactam a sociedade de maneira global.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biography

Luan Alves Lima, Universidade Federal do Ceará - UFC

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal Rural do Semiárido (2016). Atualmente é aluno de mestrado do programa em Ciência do Solo da Universidade Federal do Ceará - UFC. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Irrigação e Drenagem, atuando principalmente nos seguintes temas: Tolerância das Culturas à Salinidade, Fertilidade do Solo e Manejo e Conservação do Solo e Água.

References

ALBIERO, D. Desenvolvimento e avaliação de máquina multifuncional conservacionista para a agricultura familiar. 2010. 244 f. Tese (Dourado em Engenharia Agrícola) - Universidade Estadual de Campinas, São Paulo, 2010.

ALLIAUME, F.; ROSSING, W. A. H.; TITTONELL, P.; DOGLIOTTI, S. Modelling soil tillage and mulching effects on soil water dynamics in raised-bed vegetable rotations. European Journal of Agronomy, v. 82, p.268-281, 2017.

ALMEIDA, J. A.; SANTOS, A. S.; NASCIMENTO, M. A. O.; OLIVEIRA, J. V. C.; SILVA, D. G.; MENDES-NETO, R. S. Fatores associados ao risco de insegurança alimentar e nutricional em famílias de assentamentos rurais. Ciência e Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 22, n. 2, p.479-488, 2017.

BORGES, T. K. S.; MONTENEGRO, A. A. A.; SANTOS, T. E. M.; SILVA, D. D.; PAULA, V.; JUNIOR, P. Influência de práticas conservacionistas na umidade do solo e no cultivo de milho (Zea mays L.) em semiárido nordestino. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 38, p.1862-1873, 2014.

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Lei nº 7.803, de 18 de julho de 1989. Altera a redação da Lei nº 4.771, de 15 de setembro de 1965, e revoga as Leis nºs 6.535, de 15 de junho de 1978, e 7.511, de 7 de julho de 1986. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L7803.htm Acesso em 09 de outubro de 2017.

CASTRO, C. N. Desafios da agricultura familiar: o caso da assistência técnica e extensão rural. Boletim Regional, Urbano e Ambiental, Brasília, n.12, p. 49-59, 2015.

COPPOLA, A.; DRAGONETTI, G.; COMEGNA, A.; LAMADDALENA, N.; CAUSHI, B.; HAIKAL, M. A.; BASILE, A. Measuring and modeling water content in stony soils. Soil and Tillage Research, v. 128, p. 9 – 22, 2013.

EMBRAPA. Controle alternativo de pragas e doenças das plantas. Brasília - DF : Embrapa Informação Tecnológica. 2006. 27 p. : il. – (ABC da Agricultura Familiar, 4).

GUILHOTO, J. J., SILVEIRA, F. G., ICHIHARA, S. M.,; AZZONI, C. R. A importância do agronegócio familiar no Brasil. Revista de Economia e Sociologia Rural, Brasília, v.44, n.3, p.355-382, 2006.

HLAVÁČIKOVÁ, H.; NOVÁK, V.; ŠIMŮNEK, J. The effects of rock fragment shapes and positions on modeled hydraulic conductivities of stony soils. Geoderma, v. 281, n. 1, p.39 – 48, 2016.

IPECE. Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará. Perfil Básico Municipal 2016, Crateús. Fortaleza-CE, 18p.

LAL, R. Soil conservation and ecosystem services. International Soil and Water Conservation Research, v.2 n.3, p. 36 – 47, 2014.

LEMMA, B.; KEBEDE, F.; MESFIN, S., FITIWY, I.; ABRAHA, Z.; NORGROVE, L. Quantifying annual soil and nutrient lost by rill erosion in continuously used semiarid farmlands, North Ethiopia. Environment Earth Science, n. 76, p. 190-198, 2017.

LEPSCH, I. F.; BELLINAZZI J., R.; BERTOLINI, D.; ESPÍNDOLA, C. R. Manual para levantamento utilitário do meio físico e classificação de terras no sistema de capacidade de uso. 4a aproximação, 2a. impressão revisada. Campinas: SBCS, 1991. 175p.

MO, F.; WANGA, J. A.; ZHOUA, H.; LUOA, C. L.; ZHANGA, X. F.; LIB, X. Y.; LIA, F. M.; XIONGB, L. B.; KAVAGIC, L.; NGULUUD, S. N.; XIONGA, Y. C. Ridge-furrow plastic-mulching with balanced fertilization in rainfed maize (Zea mays L.): An adaptive management in east African Plateau. Agricultural and Forest Meteorology, v.236, p.100–112, 2017.

NYAKUDYA, I. W; STROOSNIJDER, L. Conservation tillage of rainfed maize in semi-arid Zimbabwe: A review. Soil and Tillage Research, v.145, p. 184 – 197, 2015.

OCHOA, P. A.; FRIES, A.; MEJÍA, D.; BURNEO, J. I.; RUÍZ-SINOGA, J. D.; CERDÀ, A. Effects of climate, land cover and topography on soil erosion risk in a semiarid basin of the Andes. Catena, v.140, p.31-42, 2016.

SAINJU, U. M.; LENSSEN, A. W.; ALLEN, B. L.; STEVENS, W. B.; JABRO, J. D. Nitrogen balance in response to dryland crop rotations and cultural practices. Agriculture, Ecosystems and Environment, v.233, p.25-32, 2016.

SCHMIEDEL, U.; KRUSPE, M.; KAYSER, L.; OETTLÉ, N. The Ecological and Financial Impact of Soil Erosion and its Control - A Case Study from the Semiarid Northern Cape Province, South Africa. Land Degradation and Development, v.28, n. 1, p.74-82, 2016.

SOUZA, J. T. A.; FARIAS, A. A.; LIRA, E. H. A.; SILVA, K. E.; OLIVEIRA, S. J. C. Utilização da assistência técnica e extensão rural como ferramenta para o desenvolvimento sustentável em unidades da agricultura familiar no município de Taperoá-PB. Revista Brasileira de Geografia Física, Recife, v.7, n. 01, p.034-043, 2014.

SOUZA, L. S. B.; MOURA, M. S. B.; SEDIYAMA, G. C.; SILVA, T. G. F. Eficiência do uso da água das culturas do milho e do feijão-caupi sob sistemas de plantio exclusivo e consorciado no semiárido brasileiro. Bragantia, Campinas, v.70, n. 3, p.715-721, 2011.

TEMESGEN, A.; FUKAI, S.; RODRIGUES, D. As the level of crop productivity increases: Is there a role for intercropping in smallholder agriculture. Field Crops Research, v.180, p.155 – 166, 2015.

THIERFELDER, C.; MATEMBA-MUTASA, R.; RUSINAMHODZIB, L. Yield response of maize (Zea mays L.) to conservation agriculture cropping system in Southern Africa. Soil and Tillage Research, v.146, p. 230 – 242, 2015.

VIDAL, D. L.; SANTOS, D. P. A. Realidade territorial de unidades familiares no semiárido brasileiro. Tempo Social, São Paulo, v.28, n. 1, p.55-83, 2016.

WANG, A.; A, LIU B, WANG, Z.; B, LIU, G. Monitoring and predicting the soil water content in the deeper soil profile of Loess Plateau, China. International Soil and Water Conservation Research, v.4 p.6–1, 2016.

Published

01-07-2017

How to Cite

CARVALHO, A. E. M.; LIMA, L. A.; OLIVEIRA, L. de S.; COSTA, M. C. G. Diagnóstico do uso e conservação do solo em região de reforma agrária no semiárido. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [S. l.], v. 12, n. 3, p. 568–573, 2017. DOI: 10.18378/rvads.v12i3.4870. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/4870. Acesso em: 18 apr. 2024.

Issue

Section

INTERDISCIPLINARY

Most read articles by the same author(s)

Similar Articles

1 2 3 4 > >> 

You may also start an advanced similarity search for this article.