ESTUDO DO CULTIVO CONSORCIADO DE REPOLHO COM BETERRABA E CENOURA NO MUNICÍPIO DE POMBAL – PB

Authors

  • Amison de Santana Silva
  • Caciana Cavalcanti Costa UFCG
  • Elisdianne Freires Ferreira
  • Rinara Ferreira Monteiro
  • José Wilson da Silva Barbosa

Abstract

Este trabalho foi desenvolvido no município de Pombal, PB, em condições de campo, e teve como objetivo avaliar os aspectos produtivos de sistemas consorciados entre a cultura do repolho e as culturas da beterraba e cenoura, visando identificar qual a cultura apresenta menor efeito sobre a cultura do repolho em consórcio e avaliar a produtividade das culturas envolvidas no sistema, em função dos consórcios e dos seus cultivos solteiros. Foi utilizado o delineamento em blocos casualizados, com sete repetições. Sendo avaliados cinco tratamentos, dos quais dois foram cultivos consorciados, resultantes da combinação do repolho (cultura principal) com a as culturas da beterraba e cenoura (culturas intercalares); e três cultivos solteiros. Os resultados mostraram que nenhuma das culturas intercalares influiu significativamente na cultura do repolho, não afetando seu desenvolvimento nem sua produtividade. Na altura da parte aérea, nenhuma das intercalares sofreu influencia significativa da cultura principal, entretanto no aspecto produção total das raízes, o cultivo solteiro da cenoura foi superior ao consorciado, diferindo significativamente, já para a beterraba o cultivo consorciado foi superior ao solteiro.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biography

Caciana Cavalcanti Costa, UFCG

Professora de Olericultura da Unidade Acadêmica de Ciências Agrárias do Centro de Ciências Agroalimentar

Published

25-04-2011

How to Cite

SANTANA SILVA, A. de; COSTA, C. C.; FERREIRA, E. F.; MONTEIRO, R. F.; BARBOSA, J. W. da S. ESTUDO DO CULTIVO CONSORCIADO DE REPOLHO COM BETERRABA E CENOURA NO MUNICÍPIO DE POMBAL – PB. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [S. l.], v. 5, n. 5, p. 197–203, 2011. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/577. Acesso em: 25 may. 2024.

Most read articles by the same author(s)