UTILIZAÇÃO DE ÁGUAS RESIDUÁRIAS NA GERMINAÇÃO E DESENVOLVIMENTO INICIAL DE MUDAS DE MELOEIRO ‘AMARELO OURO’

Authors

  • Pedro Ramualyson Fernandes Sampaio Ufersa
  • João Paulo Nobre de Almeida UFERSA
  • Andygley Fernandes Mota Ufersa
  • Lucas Ramos da Costa Ufersa
  • Marcelo Tavares Gurgel Ufersa

Abstract

A escassez de recursos é um fator limitante ao desenvolvimento econômico e social de uma região. Diante desse fato, o objetivo desse trabalho foi avaliar o índice de velocidade de germinação e percentual germinativo, bem como o desenvolvimento de mudas do meloeiro (Cucumis melo L.) irrigada com água de abastecimento combinada com água residuária de origem doméstica pré-tratada. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos completos casualizados, com cinco tratamentos e cinco repetições. Os tratamentos constaram de: T1 (100% água residual); T2 (75% água residual = AR + 25% água de abastecimento = AB); T3 (50% AR + 50% AA); T4 (25% AR + 75% AA) e T5 (100% AA). Foram feitas as seguintes avaliações: Percentual germinativo, número de plantas e índice de velocidade de emergência durante sua germinação e, posteriormente, número de folhas; comprimento da parte aérea e sistema radicular; diâmetro do caule; área foliar; massa seca da parte aérea, do sistema radicular e total. Assim, constatou-se no presente trabalho que todas as concentrações de água residuária podem ser utilizadas, sendo que o uso da mesma proporcionou uma produção de mudas de melão mais vigorosas quando utilizados os tratamento T1 e T2 composto por 100% e 75% de água residuária, respectivamente.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

01-06-2011

How to Cite

SAMPAIO, P. R. F.; ALMEIDA, J. P. N. de; MOTA, A. F.; COSTA, L. R. da; GURGEL, M. T. UTILIZAÇÃO DE ÁGUAS RESIDUÁRIAS NA GERMINAÇÃO E DESENVOLVIMENTO INICIAL DE MUDAS DE MELOEIRO ‘AMARELO OURO’. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [S. l.], v. 6, n. 1, p. 179–187, 2011. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/629. Acesso em: 30 may. 2024.

Issue

Section

ARTICLES

Most read articles by the same author(s)