PRODUÇÃO DE MUDAS DE PINHA (Annona squamosa L.) UTILIZANDO ÁGUA DE REJEITO SALINO

Authors

  • Renato Leandro Costa Nunes UFERSA
  • Marinaldo Vicente da Silva Lima UFERSA
  • Nildo da Silva Dias UFERSA
  • Joao Paulo Nobre de Almeida UFERSA
  • Jose Maria da Costa UFERSA

Abstract

A água é uma substância necessária a diversas atividades humanas, além de constituir componente fundamental da biosfera e ser solvente universal, sendo essencial à vida. Objetivou-se, com esta pesquisa avaliar a influência da irrigação com água de diferentes salinidades utilizando rejeito salino, sobre a produção de mudas de pinha em experimento conduzido em sacos plásticos sob condições de campo na comunidade Boa Fé, zona rural do município de Mossoró-RN, entre os meses de outubro de 2010 e fevereiro de 2011. Adotou-se o delineamento experimental em blocos inteiramente casualizados, com três tratamentos e cinco repetições, considerando-se como unidade experimental um total de 50 mudas. Os tratamentos constituíram da mistura de água do sistema de abastecimento (AB) da comunidade (água dessalinizada) com água do rejeito do processo dessalinizante (RD), compondo os seguintes tratamentos: T1(100% AB - controle), T2(50% AB + 50% RD) e T3(100% RD) com suas respectivas condutividades elétricas, (1,25; 4,79; e 8,47 dS m-1). A taxa de crescimento relativo à altura de planta, diâmetro do caule, número de folhas, área foliar e a massa seca e fresca da parte aérea da pinha, são afetados exponencialmente e negativamente pela salinidade da água de irrigação a partir de 1,25 dS m-1, mas não impedindo que as plantas atingissem condições necessárias para serem transplantadas.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

10-03-2012

How to Cite

NUNES, R. L. C.; LIMA, M. V. da S.; DIAS, N. da S.; ALMEIDA, J. P. N. de; COSTA, J. M. da. PRODUÇÃO DE MUDAS DE PINHA (Annona squamosa L.) UTILIZANDO ÁGUA DE REJEITO SALINO. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [S. l.], v. 7, n. 1, p. 01–06, 2012. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/845. Acesso em: 25 may. 2024.

Issue

Section

ARTICLES

Most read articles by the same author(s)

1 2 > >>