DETECÇÃO DE BADNAVÍRUS EM GENÓTIPOS DE CANA-DE-AÇÚCAR DO BANCO DE GERMOPLASMA DA SERRA DO OURO, MURICI-AL

  • Mayara Oliveira de Lima Universidade Federal de Alagoas
  • Lívia Francyne Gomes Chaves Universidade Federal de Alagoas
  • Lucas Marques Menezes Universidade Federal de Alagoas
  • Mayra Machado de Medeiros Ferro Universidade Federal de Alagoas
  • Sarah Jacqueline Cavalcanti da Silva Universidade Federal de Alagoas
  • Iraildes Pereira Assunção Universidade Federal de Alagoas
  • Gaus Silvestre de Andrade Lima Universidade Federal de Alagoas
Palavras-chave: Caulimoviridae, Diversidade genética, Saccharum sp.

Resumo

O Brasil é o maior produtor e exportador de açúcar do mundo, para isso o banco de germoplasma do Programa de Melhoramento Genético da Cana-de-açúcar (PMGCA/CECA/UFAL) tem sido primordial para o desenvolvimento de dezenas de variedades que ocupam mais de 65% da área de cultivo do país. Em 2015, estudos mostraram a presença de vírus do gênero Badnavirus ocorrendo em genótipos deste banco de germoplasma. O objetivo do presente estudo foi verificar a incidência e caracterizar espécies de badnavírus presentes no banco de germoplasma do PMGCA/CECA/UFAL. DNA total foi extraído, a partir de 60 genótipos de cana-de-açúcar, e utilizado como molde para amplificação da região RT/RNaseH por PCR. Posteriormente, os produtos foram diretamente sequenciados. As sequências foram montadas no programa CodonCode Aligner e alinhadas na ferramenta MUSCLE disponível no programa MEGA 7.0. Para determinação do posicionamento taxonômico foram feitas comparações pareadas utilizando o programa Sequence Demarcation Tool e construída uma árvore filogenética de Máxima Verossimilhança (ML). Os resultados indicaram que 36,94% dos genótipos avaliados estavam infectados com badnavírus, sendo 15,21% em Saccharum sp. e 21,73% em Saccharum spontaneum. Com base nos critérios taxonômicos do ICTV, na análise de comparações pareadas e filogenia foi possível identificar 5 espécies de badnavírus: Sugarcane bacilliform BB virus (SCBBBV), Sugarcane bacilliform BRU virus (SCBBRUV), Sugarcane bacilliform BT virus (SCBBTV), Sugarcane bacilliform virus Clone 10 (SCBV-Clone 10) e Banana streak OL virus (BSOLV), além de duas prováveis novas espécies representadas pelos isolados CHC10 e CH-C11, as quais foram mais intimamente relacionadas com a espécie Banana streak UA virus (BSUAV) que infecta banana. O trabalho revelou ainda, uma alta incidência e diversidade de badnavírus nos genótipos de cana-de-açúcar no banco de germoplasma e suscetibilidade da espécie S. spontaneum a estes vírus, representando uma ameaça para a produção e coleção de germoplasma de cana-de-açúcar.
Publicado
2020-05-25
Como Citar
Lima, M. O. de, Chaves, L. F. G., Menezes, L. M., Ferro, M. M. de M., Silva, S. J. C. da, Assunção, I. P., & Lima, G. S. de A. (2020). DETECÇÃO DE BADNAVÍRUS EM GENÓTIPOS DE CANA-DE-AÇÚCAR DO BANCO DE GERMOPLASMA DA SERRA DO OURO, MURICI-AL. Caderno Verde De Agroecologia E Desenvolvimento Sustentável, 10(1), f06. Recuperado de https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/CVADS/article/view/7999
Seção
SIMPÓSIO EM PROTEÇÃO DE PLANTAS