Comportamento higiênico em colmeias de Apis mellifera L. africanizadas no Sertão da Paraíba

  • F. A. Olinto Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba, IFPB.
  • D. C. Silveira Universidade Federal de Campina Grande, Centro de Ciência e Tecnologia Agroalimentar, Campus Pombal-PB.
  • D. C. Lima Universidade Federal de Campina Grande, Centro de Ciência e Tecnologia Agroalimentar, Campus Pombal-PB.
  • P. B. Maracajá Universidade Federal de Campina Grande, Centro de Ciência e Tecnologia Agroalimentar, Campus Pombal-PB.

Abstract

A apicultura é uma das poucas atividades agropecuárias que atende aos três requisitos da sustentabilidade: o econômico, o social e o ecológico. Sendo assim, fornece renda para o apicultor, ocupa mão de obra familiar ou contratada e contribui para a preservação da flora nativa. A sanidade pode afetar o desenvolvimento da apicultura, pois a Apis mellifera como qualquer outro organismo vivo, é susceptível a doenças causadas por bactérias, vírus, fungos e outros parasitas e as desordens metabólicas, nutricionais e hormonais, além de intoxicações diversas. Assim, em virtude da necessidade de estudos a respeito da sanidade apícola, objetiva-se estudar o comportamento higiênico em colônias de abelhas Apis mellifera em apiários localizados no Sertão do Estado da Paraíba. A pesquisa foi realizada no período de março, abril e maio de 2014, em cinco apiários localizados nos municípios de Condado, Pombal, Jericó, São Bentinho e São Domingos, ambos situados na Mesorregião do Sertão do Estado da Paraíba, com um total de 25 colmeias avaliadas. O teste de comportamento higiênico foi realizado com base no método de perfuração das células de crias. O percentual de comportamento higiênico foi semelhante em ambos os apiários, principalmente em Condado (93,96%), Pombal (94,30%), Jericó (87,63%) e São Domingos (95,20%), ocorrendo apenas uma ligeira diferença no apiário de São Bentinho com uma média de 76,31%. O apiário localizado no município de Pombal obteve o melhor resultado, apresentando índice elevado de comportamento higiênico.

 

Hygienic behavior in Apis mellifera L. africanized hives in the Backlands of Paraiba

Abstract: Beekeeping is one of the few agricultural activities that meets the three requirements of sustainability: economic, social and ecological. Therefore, provides income for the beekeeper, occupies family labor or hired and contributes to the preservation of native flora. Sanity may affect the development of beekeeping because Apis mellifera like any other living organism is susceptible to diseases caused by bacteria, viruses, fungi and other parasites and metabolic, nutritional and hormonal disorders, and several poisoning. Thus, because of the need for studies concerning the apiculture health, this study focuses on hygienic behavior in Apis mellifera honeybee colonies in apiaries located in the backlands of the state of Paraíba. The survey was conducted from March, April and May 2014, in five apiaries located in the cities of Condado, Pombal, Jericó, São Bentinho and São Domingos, both located in the Greater Region of the Backlands of the State of Paraíba, with a total of 25 evaluated hives. The hygienic behavior test was conducted based on the method of drilling the brood. The hygienic behavior percentage was similar in both apiaries, especially in Condado (93.96%), Pombal (94.30%), Jericó (87.63%) and São Domingos (95.20%), there was one slight difference in the apiary of São Bentinho with an average of 76.31%. Apiary located in the city of Pombal obtained the best result, with high level of hygienic behavior.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

F. A. Olinto, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba, IFPB.
Graduado em Medicina Veterinária, Universidade Federal de Campina Grande, Centro de Saúde e Tecnologia Rural, Campus Patos-PB. Especialista em Educação Ambiental, Faculdades Integradas de Jacarepaguá, Rio de Janeiro-RJ. Mestre em Sistemas Agroindustriais, Universidade Federal de Campina Grande, Centro de Ciência e Tecnologia Agroalimentar, Campus Pombal-PB.
D. C. Silveira, Universidade Federal de Campina Grande, Centro de Ciência e Tecnologia Agroalimentar, Campus Pombal-PB.
Unidade Acadêmica de Ciências Agrárias.
P. B. Maracajá, Universidade Federal de Campina Grande, Centro de Ciência e Tecnologia Agroalimentar, Campus Pombal-PB.
Unidade Acadêmica de Ciências Agrárias.
Published
2015-12-30
How to Cite
OLINTO, F. A.; SILVEIRA, D. C.; LIMA, D. C.; MARACAJÁ, P. B. Comportamento higiênico em colmeias de Apis mellifera L. africanizadas no Sertão da Paraíba. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v. 10, n. 3, p. 08 - 12, 30 Dec. 2015.
Section
ZOOTECHNY