CARACTERIZAÇÃO DA ENTOMOFAUNA EM HORTA MEDICINAL AGROECOLÓGICA UTILIZANDO ARMADILHAS TIPO PITFALL

  • Carla da Rocha Alves Universidade Federal de Alagoas
  • Alyce Rocha de Carvalho Universidade Federal de Alagoas
  • Mariana Oliveira Breda Universidade Federal de Alagoas
  • João Raphael Lima Avelino Universidade Federal de Alagoas
  • Clemens Rocha Fortes Universidade Federal de Alagoas
Palavras-chave: Insetos, agroecologia, plantas medicinais

Resumo

A caracterização da entomofauna constitui o primeiro passo para elaboração de estratégias para o Manejo Ecológico de Pragas (MEP), possibilitando o conhecimento de espécies que vivem em determinados locais e o seu relacionamento com o meio-ambiente, além das relações entre os mais diversos níveis tróficos. Para o estudo da entomofauna, o uso de armadilhas são técnicas de fácil aplicação e baixo custo. Assim, o objetivo deste trabalho foi realizar a caracterização da entomofauna associada ao ambiente de horta medicinal agroecológica utilizando armadilhas do tipo pitfall. O presente estudo foi realizado em horta medicinal agroecológica do Campus de Engenharias e Ciências Agrárias da Universidade Federal de Alagoas (CECA/UFAL), onde foram colocadas 10 armadilhas de solo do tipo pitfall constituídas de recipientes plásticos com capacidade volumétrica para 1,8L (150 mm x 147 mm) contendo 800 mL de água e detergente, na proporção de 5%. As coletas foram realizadas semanalmente totalizando quatro coletas/avaliações, entre os meses de outubro e novembro de 2018. As amostras devidamente rotuladas (data da coleta e tipo de técnica de coleta aplicada) foram transportadas para o Laboratório de Entomologia Agrícola e Florestal (LEAF) no CECA/UFAL para posterior identificação. A identificação das amostras foi realizada a nível de ordem e família, através de chaves dicotômicas como Insetos do Brasil: Diversidade e Taxonomia e Insetos de importância econômica: guia ilustrado para identificação de famílias. No total foram coletados 653 espécimes distribuídas em oito ordens: Hymenoptera (431), Dermaptera (1), Coleoptera (8), Orthoptera (28), Hemiptera (6), Diptera (179) e 18 famílias. A ordem Diptera apresentou maior número de famílias totalizando sete. De forma geral, a família Formicidae (Hymenoptera) apresentou maior frequência (64,47%), seguida pela família Ulidiidade (12,40 %). Em Hymenoptera, foram encontradas com frequência formigas do gênero Atta e Acromyrmex (Hymenoptera: Formicidae: Mirmicinae), conhecidas como “formigas cortadeiras” de grande importância econômica e facilmente coletadas em grande quantidade nas armadilhas de solo do tipo “pitfall” pelo hábito de forragear em grupo.
Publicado
2020-05-25
Como Citar
Alves, C. da R., de Carvalho, A. R., Breda, M. O., Avelino, J. R. L., & Fortes, C. R. (2020). CARACTERIZAÇÃO DA ENTOMOFAUNA EM HORTA MEDICINAL AGROECOLÓGICA UTILIZANDO ARMADILHAS TIPO PITFALL. Caderno Verde De Agroecologia E Desenvolvimento Sustentável, 10(1), e12. Recuperado de https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/CVADS/article/view/7747
Seção
SIMPÓSIO EM PROTEÇÃO DE PLANTAS