Libertação e mistagogia: por uma teologia eucarística libertadora em perspectiva mistagógica

Resumo

A teologia eucarística foi produzida ao longo da história a partir de dois métodos clássico conhecidos como escolástico e mistagógico. A teologia latino-americana e caribenha optou por um caminho próprio na dinâmica da teologia da libertação com praticamente nenhuma influência da tradição mistagógico dos santos Padres. Concordando com o princípio hermenêutico da convergência de métodos, o artigo se pergunta pela possibilidade de fazer uma teologia eucarística libertadora em perspectiva mistagógica, tendo em vista uma relação circular hermenêutica entre libertação e mistagogia. A metodologia é bibliográfica, documental, caráter explicativo, qualitativa e de natureza teórica O texto faz uma breve apresentação do problema do método em teologia eucarística e, depois de recordar em que consistem esses métodos, situa a contribuição específica de uma teologia eucarística libertadora em perspectiva mistagógica. Os resultados obtidos levam a concluir que a convergências de método conduziram a necessária superação de uma teologia polarizada e ambígua.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco Junior de Oliveira Marques, Universidade de Fortaleza

 

 

Publicado
2021-01-20
Como Citar
Marques, F. J. de O., Nóbrega, J. C. da S., Maracajá, P. B., & Neto, J. M. (2021). Libertação e mistagogia: por uma teologia eucarística libertadora em perspectiva mistagógica. Revista Brasileira De Direito E Gestão Pública, 9(1), 01-26. Recuperado de https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RDGP/article/view/8646
Edição
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)

1 2 3 > >>