Levantamento de espécies de cobertura vegetal nativas e exóticas encontradas no campus oeste da Universidade Federal Rural do Semi-Árido

  • L. V. Sousa
  • I. E. O. Teixeira
  • M. G. F. M. Medeiros
  • A. L. Silva
  • F. A. Oliveira

Abstract

Desmatamento é o processo de desaparecimento de massas florestais, fundamentalmente causadas pela atividade humana, com a retirada da cobertura vegetal em determinada área para utilização comercial de madeira, implantação de projetos agropecuários e também na expansão urbana. Como em qualquer área que necessite de uma cobertura vegetal, a UFERSA também enfrenta uma problemática frequente, a replantação de árvores exóticas invasoras, ao invés de nativas da região. Dessa forma o presente trabalho tem como objetivo não somente avaliar e mapear a densidade da flora do local, mas também evidenciar possíveis problemas e disponibilizar soluções. Procurou-se dividir a vegetação em dois grupos: as nativas e as exóticas. Foi realizada a demarcação dos pontos de acordo com a localização das espécies, com a finalidade de identificar e quantificar as espécies de plantas nativas e exóticas. Dentre todas as espécies amostradas, 24 espécies (25,3%) são representantes de espécies nativas e 71 espécies (74,7%) são exóticas. A arborização da UFERSA segue o padrão observado na maioria das áreas verdes públicas das cidades brasileiras, com grande número de espécies exóticas em relação às nativas. Em vista de uma melhor estrutura física fica evidente a necessidade de uma maior arborização, tendo como incentivo o plantio de espécies nativas, que proporcionem sombra, alimento e sirvam de abrigo para a fauna local, não apenas na UFERSA, mas em toda a região que vem perdendo sua flora natural em favor de plantas exóticas.

 

Survey of species of native and exotic vegetation coverage found in the campus of Federal Rural University west of the Semi-arid region

Abstract: Deforestation is the process of disappearance of forest masses, basically caused by human activity, with the withdrawal of the vegetation cover in particular area for commercial use of wood, deployment of agricultural projects and also in urban expansion. As in any area that needs a plant cover, the UFERSA also faces a frequent problem, replanting trees invasive alien, instead of native to the region. This way the objective of the present work is to not only assess and map the density of the flora of the site but also highlight potential problems and provide solutions. We sought to divide the vegetation in two groups: the native and exotic. Was performed the demarcation of points of agreement with the location of the species, with the purpose of identifying and quantifying the species of native and exotic plants. Among all the species sampled, 24 species (25.3%) are representatives of native species and 71 species (74.7%) are exotic. The afforestation of UFERSA follows the pattern observed in the majority of public green areas of the Brazilian cities with large number of exotic species in relation to the native. In view of a better physical structure, it is evident the need for a greater afforestation, having as encouraging the planting of native species, which provide shade, food and serve as a shelter for the local fauna, not only in UFERSA, but throughout the region that is losing its natural flora in favor of exotic plants.

Downloads

Download data is not yet available.
Published
2015-12-30
How to Cite
SOUSA, L. V.; TEIXEIRA, I. E. O.; MEDEIROS, M. G. F. M.; SILVA, A. L.; OLIVEIRA, F. A. Levantamento de espécies de cobertura vegetal nativas e exóticas encontradas no campus oeste da Universidade Federal Rural do Semi-Árido. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v. 10, n. 5, p. 70 - 75, 30 Dec. 2015.