Práticas de manejo e conservação do solo: Percepção de agricultores da Região Semiárida pernambucana

Authors

  • Lays Camila Moura Lima Universidade Federal de Pernambuco
  • Thais Emanuelle Monteiro dos Santos UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO
  • Edivan Rodrigues de Souza Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Elaine Leite de Oliveira Instituto Universitário de Lisboa – ISCTE-IUL

DOI:

https://doi.org/10.18378/rvads.v11i4.4164

Keywords:

Meio ambiente. Degradação ambiental. Educação ambiental. Sustentabilidade. Agricultura familiar.

Abstract

Ao longo do tempo a agricultura tornou-se a principal fonte de alimento da população, acompanhando as transformações da sociedade. Com essa evolução a atividade agrícola vem causando grande degradação ambiental, principalmente a degradação do solo que é explorado excessivamente. No semiárido nordestino essa degradação se agrava com a falta de chuvas na região devido a suas características intrínsecas, associado ao desconhecimento do problema por parte dos agricultores, no desejo de retirar o máximo do rendimento de suas terras por conta das limitações de ordem econômica e social. Representando um desafio para a implantação de práticas sustentáveis de uso e manejo do solo e da água. Com base nisso, o presente trabalho objetivou estudar o conhecimento sobre manejo e conservação do solo dos agricultores do Assentamento Nossa Senhora do Rosário no município de Pesqueira, Pernambuco. Para realização da pesquisa foram aplicados formulários com perguntas semiestruturadas a 16 agricultores. Constatou-se que a maioria dos entrevistados não demonstrou possuir o conhecimento básico/técnico sobre o conceito de manejo e conservação do solo e sua importância. Porém 93,75% alegaram utilizar práticas de manejo, dentre elas 62,5% sustentáveis, enfatizando que o maior problema na região é a falta de água. Assim, foi possível perceber que há uma necessidade de apoiar esses pequenos agricultores para que eles possam compreender o ambiente em que vivem e trabalham e para que saibam lidar com problemas relacionados ao clima.

Management Practice and Soil Conservation: Regional farmer’s perception of Pernambuco Semiarid

Abstract: Over time agriculture became the main food source of the population, following the changes in society. With this development the agricultural activity is causing major environmental degradation, particularly soil degradation that is exploited excessively. In the semiarid northeast this degradation is aggravated by the lack of rains in the region due to its intrinsic characteristics, combined with ignorance of the problem for farmers, the desire to get the maximum yield from their land because of the limitations of economic and social order. Representing a challenge to the implementation of sustainable practices of use and management of soil and water. Based on this the present study investigated the knowledge of management and conservation of soil of the settlement Nossa Senhora do Rosário’ farmers in Pesqueira city, Pernambuco, Brazil. To conduct this research, forms were applied with semi-structured questions to 16 farmers. It was found that most respondents have not demonstrated the basic/technical knowledge on the concept of management and conservation of soil and its importance. However 93.75% claimed to use management practices, among them 62.5% sustainable, stressing that the greatest problem in the region is the lack of water. Thus it was possible to realize that there is a need to support these small farmers so that they can understand the environment in which they live and work and they can handle weather-related problems.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Lays Camila Moura Lima, Universidade Federal de Pernambuco

Graduada em Ciências Biológicas com ênfase em ciências ambientais pela UFPE

Thais Emanuelle Monteiro dos Santos, UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO

Professora Adjunto do Departamento de Biofísica e Radiobiologia 
Universidade Federal de Pernambuco

Edivan Rodrigues de Souza, Universidade Federal Rural de Pernambuco

Professor do Departamento de Agronomia da Universidade Federal Rural de Pernambuco

Elaine Leite de Oliveira, Instituto Universitário de Lisboa – ISCTE-IUL

Mestranda do Curso de Estudos de Desenvolvimento – Ramo: Desenvolvimento Sustentável do Instituto Universitário de Lisboa – ISCTE-IUL

Published

15-11-2016

How to Cite

LIMA, L. C. M.; DOS SANTOS, T. E. M.; SOUZA, E. R. de; OLIVEIRA, E. L. de. Práticas de manejo e conservação do solo: Percepção de agricultores da Região Semiárida pernambucana. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [S. l.], v. 11, n. 4, p. 148–153, 2016. DOI: 10.18378/rvads.v11i4.4164. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/4164. Acesso em: 17 jun. 2024.

Issue

Section

INTERDISCIPLINARY

Most read articles by the same author(s)

Similar Articles

1 2 > >> 

You may also start an advanced similarity search for this article.