Potencial antibiótico da própolis apícola Potiguar em bactérias de importância veterinária

  • Daniel Santiago Pereira EMBRAPA Amazônia Oriental
  • Maria Rociene Abrantes
  • Wesley Adson Costa Coelho
  • Marinalva Oliveira Freitas
  • Carlos Iberê Alves Freitas
  • Jean Berg Alves da Silva

Abstract

A Própolis de abelhas africanizadas (Apis mellifera L.) é um produto da colmeia, elaborado a partir de exsudações de resinas que as abelhas recolhem de determinadas plantas. A composição química da própolis é complexa e relacionada à diversidade vegetal encontrada em torno da colmeia. Estudos recentes demonstram que a própolis possui uma série de propriedades biológicas, essas propriedades têm feito da própolis uma importante matéria-prima para as indústrias farmacêutica, alimentícia e de cosméticos. O estudo dessas propriedades é, portanto, necessário, a fim de se obter um produto com alto padrão de qualidade e valor agregado. Este trabalho tem como objetivo a avaliação do efeito de sete diferentes extratos alcoólicos da própolis (EAP) apícola Potiguar no desenvolvimento de quatro microrganismos de importância veterinária. As colmeias habitadas com enxames de abelhas africanizadas (Apis mellifera L.) selecionados para coleta da própolis estavam organizadas em apiários, distribuídos em região de vegetação distinta no estado do Rio Grande do Norte, Brasil. As coletas de material no campo ocorreram no período dos meses de outubro a dezembro de 2013, a obtenção dos extratos e os ensaios do potencial antibiótico ocorreram durante o ano de 2014.  Foi identificado que os EAP 1, 6 e 7 foram ativos nos quatro microrganismos testados, e os EAP 3 e 4 não demonstraram-se ativos para nenhum microrganismo. Os resultados encontrados evidenciam a superioridade da própolis vermelha do mangue Potiguar quando comparados aos resultados citados em outros estudos para os mesmos microrganismos.

Antibiotic potential of the Potiguar bee propolis on the bacteria of veterinary importance

Abstract: Propolis Africanized bees (Apis mellifera L.) is a product of the bee hive, elaborated based on exudates resins that bees collect from certain plants. The chemical composition of propolis is complex and related to plant diversity found around the bee hive. Recent studies have shown that propolis has a number of biological properties, these properties have made from propolis an important raw material for the pharmaceutical, food and cosmetic industries. The study of the properties is therefore necessary in order to obtain a product with a high standard of quality and value. This study aims to evaluate seven different alcoholic extracts of propolis (AEP), of Potiguar honey bees, in the development of four microorganisms of great veterinary importance. The bee hives inhabited by swarms of Africanized bees (Apis mellifera L.) selected for the collection of propolis were organized in apiary distributed in different vegetation region in the state of Rio Grande do Norte, Brazil. The material collected in the field occurred in the period from October to December 2013, obtaining the extracts and antibiotic potential of the trials took place during the year 2014. It was identified that the EAP 1, 6 and 7 were active in all four tested microorganisms, and the EAP 3 and 4 are not demonstrated to be active for any microorganism. The results show the superiority of red propolis Potiguar of mangrove when compared to the results cited in other studies for the same microorganisms.

Downloads

Download data is not yet available.
Published
2016-08-14
How to Cite
PEREIRA, D. S.; ABRANTES, M. R.; COELHO, W. A. C.; FREITAS, M. O.; FREITAS, C. I. A.; SILVA, J. B. A. DA. Potencial antibiótico da própolis apícola Potiguar em bactérias de importância veterinária. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v. 11, n. 3, p. 151 - 158, 14 Aug. 2016.
Section
VETERINARY MEDICINE