Análise sensorial da água de coco anão verde processada e comercializada no sertão paraibano e cearense

Authors

  • Suziane Alves Josino Lima UFCG
  • Antonio Vitor Machado
  • Mônica Tejo Cavalcanti
  • Cícera Gomes Cavalcante de Lisbôa

DOI:

https://doi.org/10.18378/rvads.v10i1.3466

Keywords:

Água de coco, qualidade, sensorial

Abstract

O Brasil, atualmente, possui uma grande tendência de crescimento do cultivo do coqueiro anão verde, onde o principal objetivo deste se da para a produção da água de coco, sua cultura esta distribuída em todo o território nacional, destacadamente na região Nordeste onde se concentram os maiores plantios do país. A água de coco é um produto natural que vem ganhando espaço no mercado como uma bebida de vasto potencial comercial, pois além de ser um produto natural é praticamente livre de contaminações, possui baixo teor calórico, considerável valor nutricional e apresenta aroma e sabor suaves e agradáveis. Neste contexto se faz necessário a avaliação da qualidade sensorial da água de coco industrializada e comercializada de forma a garantir a qualidade do produto para o consumidor. Com isso este trabalho objetivou avaliar sensorialmente á água de coco anão verde, produzidas comercialmente e envasadas, por indústrias do Sertão Paraibano e do Ceará. As amostras de água de coco proveniente das indústrias, foram analisadas sensorialmente no laboratório de microbiologia do CVT – UFCG - Pombal, utilizando o teste de comparação múltiplas utilizando uma escala hedônica de 9 pontos (9 = gostei extremamente, até 1 desgostei), também foi aplicado o teste de intenção de compra utilizando-se uma escala estruturada de 5 pontos (1 = certamente compraria, até 5 = Certamente compraria), conforme metodologia do Instituto Adolfo Lutz. Os resultados dos testes somente se deram até o 15 dias de armazenamento, onde 70% dos copos de água de coco armazenados, apresentaram-se turvos e com produção de gás, demonstrando apartir deste ponto impróprios para o consumo. Com 30 dias de armazenamento todas as amostras apresentaram insatisfatórios para consumo, demonstrando resultados preocupantes quanto a estabilidade da qualidade do produto durante sua validade comercial. Sugere-se como forma de garantia e manutenção da qualidade da água de coco à implantação e monitoramento de Boas Práticas de Fabricação para as unidades produtoras.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

18-06-2015

How to Cite

LIMA, S. A. J.; MACHADO, A. V.; CAVALCANTI, M. T.; LISBÔA, C. G. C. de. Análise sensorial da água de coco anão verde processada e comercializada no sertão paraibano e cearense. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [S. l.], v. 10, n. 1, p. 165–169, 2015. DOI: 10.18378/rvads.v10i1.3466. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/3466. Acesso em: 28 may. 2024.

Issue

Section

ARTICLES

Most read articles by the same author(s)

1 2 3 4 > >> 

Similar Articles

You may also start an advanced similarity search for this article.