Use of information and communication technologies in an agroindustrial cooperative in Concórdia, Santa Catarina

Authors

  • Marcos Roberto Pires Gregolin Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Graciela Caroline Gregolin Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Caroline Monique Tietz Soares Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Adriana Maria de Grandi Universidade Estadual do Oeste do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.18378/rvads.v12i3.4222

Keywords:

Family farming, Commercialization, Management, Organization.

Abstract

The sustainability of family farming properties goes through several stages, and can refer to the diversification of crops and agro-industrialization of primary products as two of them. To the extent that the farmer gets only deliver primary production to another agent in the production chain, it happens to come across challenges and barriers that previously did not know. Cooperatives of farmers present as an efficient alternative to assist producers in overcoming these difficulties. In this context it has been the Information and Communication Technologies (ICTs) as tools and applications to creatively face one of the main bottlenecks of family agroindustrialization: marketing. The objective of this study was to contextualize the limits and potential of the use of ICT in organizational management, marketing, communication and marketing in a cooperative. Therefore, there was a case study of exploratory and qualitative, through participant observation and semi-structured questionnaire. The cooperative in question was using ICTs aiming perform tasks of daily life in a fast and effective way. However, the cooperative agribusinesses, there was a greater fragility of farmers, especially the dependence of children for the use of ICT, lack of commitment, dedication and habit. The managers of the cooperative have endeavored to improve the use of  ICT as well as to expand the use of these tools by their members, despite the difficulties faced, aiming not only better organization, but also reduced costs and increased marketing of the products.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Marcos Roberto Pires Gregolin, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Mestre em Desenvolvimento Rural Sustentável pela UNIOESTE Campus Marechal Cândido Rondon - PR. Bolsista de Extensão na UFFS Laranjeiras do Sul.

Graciela Caroline Gregolin, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Mestra em Desenvolvimento Rural Sustentável. UNIOESTE – Marechal Cândido Rondon – PR

Caroline Monique Tietz Soares, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Mestra em Desenvolvimento Rural Sustentável. UNIOESTE – Marechal Cândido Rondon – PR

Adriana Maria de Grandi, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Doutora em Engenharia Agrícola. Professora Adjunta da UNIOESTE – Marechal Cândido Rondon – PR.

References

BRASIL. Lei n.º 5.764, de 16 de dezembro de 1971. Define a Política Nacional de Cooperativismo, institui o regime jurídico das sociedades cooperativas, e dá outras providências. In:Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 16 dez. 1971.

BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Agrário - MDA. Referências para o desenvolvimento territorial sustentável. Apoio técnico e cooperação do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura – IICA. Série texto para discussão 04. Brasília: Conselho Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável - CONDRAF, Núcleo de Estudos Agrários e Desenvolvimento Rural. 2003. 36p.

CASEIRO, B.; BARBOSA, R. Empresas no Facebook: o caso da TMN e da Optimus. Internet Latent Corpus Journal, Portugal, v.2, n.1, p.6-15, 2011.

CARVALHO, R. B. Aplicações de softwares de gestão do conhecimento: tipologia e usos. Belo Horizonte: UFMG, 2000. 143p.

CONCEIÇÃO, A. F. Do consumo à alimentação: as estratégias da comunicação e a criação de novos mercados para agricultura familiar e consumidores na sociedade contemporânea. In: Congresso da Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural, 55., 2017, Santa Maria, Anais... Santa Maria, 2017a.

CONCEIÇÃO, A. F. Utilização das TIC por agricultores familiares na gestão da propriedade rural. In: Congresso da Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural, 55., 2017, Santa Maria, Anais... Santa Maria, 2017b.

CORREIA, R. L.; SANTOS, J. G. A importância da Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) na Educação a Distância (EAD) do Ensino Superior (IES). Revista Aprendizagem em EAD, Taguatinga, v.2, 2013. Disponível em: <http://portalrevistas.ucb.br/index.php/raead/article/viewFile/4399/2899>. Acesso em: 08 jun. 2014.

DORNELAS, J. C. A. Empreendedorismo corporativo: como ser um empreendedor, inovar e se diferenciar em organizações estabelecidas. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003. 183p.

FELIPPI, Â. C. T.; DEPONTI, C. M.; DORNELLES, M. TICs na agricultura familiar: os usos e as apropriações em regiões do sul do brasil. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, v. 13, n. 1, 2017.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6.ed. São Paulo: Atlas S.A, 2008. 200p.

GREGOLIN, M. R. P. Diagnóstico de gestão em cooperativas da agricultura familiar no estado do Paraná: limites e potencialidades em um modelo solidário e democrático. 2015. 159f.Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Rural Sustentável) – Universidade Estadual do Oeste do Paraná Campus Marechal Cândido Rondon, Marechal Cândido Rondon, 2015.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.Censo Demográfico 2010. 2010.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios. Acesso à internet e posse de telefone móvel celular para uso pessoal. 2008.

KIMURA, H.; BASSO, L. F. C.; MARTIN, D. M. L. Redes sociais e o marketing de inovações. Revista de Administração Mackenzie (Mackenzie Management Review), v. 9, n. 1, 2008.

MINAYO, M. C. de S. (org.). Pesquisa Social. Teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 2009. 80p.

MOREIRA JUNIOR, A. L. Programas de profissionalização e sucessão: um estudo de caso em empresas familiares de pequeno porte de São Paulo. São Paulo: USP, 1999.

OCDE. Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico. Manual de Oslo:Proposta de diretrizes para coleta e interpretação de dados sobre inovação tecnológica. Financiadora de Estudos e Projetos – FINEP: tradução português, 2004.

RAMOS, S. Tecnologias da informação e comunicação: conceitos básicos. Aveiro, 2008, 17 p.

SILVA, L. M. da. Cidades mortas: o rural como sinônimo de atraso e decadência.Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da USP, São Paulo, v.19, n.2, p.69-82, 2012.

SORJ, B.; GUEDES, L.E. Exclusão Digital: problemas conceituais, evidências empíricas e políticas públicas. Novos Estudos, n.72, p.101-117, 2005.

SOUZA, O. T.; BRANDENBURG, A. A quem pertence o espaço rural? As mudanças na relação sociedade/natureza e o surgimento da dimensão pública do espaço rural. Ambiente & Sociedade, Campinas, v.13, n.1, p.51-64, 2010.

TESTA, V. M.; NADAL, R. de; MIOR, L. C.; BALDISSERA, I. T.; CORTINA, N. O desenvolvimento sustentável do Oeste Catarinense: proposta para discussão. Florianópolis: EPAGRI, 1996. 247p. Disponível em: <http://books.google.com/books/about/O_desenvolvimento_sustent%C3%A1vel_do_Oeste.html?id=N_22AAAACAAJ>. Acesso em: 29 ago. 2014

VELOSO, G. Como ser empresário. Revista Jovem Empreendedor, Florianópolis: Empreendedor, p.12-16, 2000.

VIERO, V. C.; SILVEIRA, A. C. M. Apropriação de tecnologias de informação e comunicação no meio rural brasileiro. Cadernos de Ciência & Tecnologia, Brasília, v.28, n.1, p.257-277, 2011.

WESZ JUNIOR, V. J.; TRENTIN, I. C. L. Desenvolvimento e agroindústria familiar. XLII Congresso da Sober.RevistaSociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural, 2004.

WESZ JUNIOR, V. J.; TRENTIN, I. C. L.; FILIPPI, E. E. A importância da agroindustrialização nas estratégias de reprodução das famílias rurais. XLIV Congresso da SOBER. Revista Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural,2006.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2010.

Published

01-07-2017

How to Cite

GREGOLIN, M. R. P.; GREGOLIN, G. C.; SOARES, C. M. T.; GRANDI, A. M. de. Use of information and communication technologies in an agroindustrial cooperative in Concórdia, Santa Catarina. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [S. l.], v. 12, n. 3, p. 622–628, 2017. DOI: 10.18378/rvads.v12i3.4222. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/4222. Acesso em: 18 apr. 2024.

Issue

Section

SCIENTIFIC NOTE

Most read articles by the same author(s)

Similar Articles

1 2 > >> 

You may also start an advanced similarity search for this article.