Mudanças metodológicas nos docentes para a formação de acadêmicos no âmbito profissional 4.0: A 4ª Revolução Educacional

Resumo

As constantes mudanças que o mundo viveu nas últimas décadas, sobretudo no que se refere ao desenvolvimento científico e tecnológico, com significativa transformação da base econômica, não têm sido assimiladas significativamente pelas instituições formadoras de professores, no sentido de propor e oferecer uma formação inicial mais articulada com as transformações da sociedade. Se não houver constante qualificação docente, o professor pode perder o entusiasmo pela profissão. Acredita-se que sem a realização de estudos sistemáticos com vista ao desenvolvimento profissional, o professor não consegue estabelecer e manter a capacidade de analisar as mudanças educativas, além de ter dificuldade de adaptar-se às novas exigências da educação contemporânea. O presente estudo abordará mudanças mundiais para formação dos profissionais da indústria 4.0, bem como conhecer as metodologias aplicadas pelos docentes nessa formação. Diante disso, este estudo tem como objetivo geral: Entender como essas metodologias podem influenciar para formação do profissional capacitado à indústria 4.0. E os objetivos específicos: Conhecer as metodologias aplicadas pelos professores universitários na formação desses profissionais; descrever como 4ª revolução industrial influencia a formação dos alunos; descrever as competências necessárias que os alunos precisam ter para estarem aptos a adentrar no mercado de trabalho. Explicar como essas metodologias podem influenciar na formação de profissionais capacitados à indústria 4.0; propor as alterações necessárias para atualização das metodologias dos docentes em prol de uma educação que responda as demandas do mercado na 4ª revolução industrial.

 

Biografia do Autor

Mônica Barbosa de Sousa Freitas, Faculdade de Ensino Superior de Floriano - FAESF

As constantes mudanças que o mundo viveu nas últimas décadas, sobretudo no que se refere ao desenvolvimento científico e tecnológico, com significativa transformação da base econômica, não têm sido assimiladas significativamente pelas instituições formadoras de professores, no sentido de propor e oferecer uma formação inicial mais articulada com as transformações da sociedade. Se não houver constante qualificação docente, o professor pode perder o entusiasmo pela profissão. Acredita-se que sem a realização de estudos sistemáticos com vista ao desenvolvimento profissional, o professor não consegue estabelecer e manter a capacidade de analisar as mudanças educativas, além de ter dificuldade de adaptar-se às novas exigências da educação contemporânea. O presente estudo abordará mudanças mundiais para formação dos profissionais da indústria 4.0, bem como conhecer as metodologias aplicadas pelos docentes nessa formação. Diante disso, este estudo tem como objetivo geral: Entender como essas metodologias podem influenciar para formação do profissional capacitado à indústria 4.0. E os objetivos específicos: Conhecer as metodologias aplicadas pelos professores universitários na formação desses profissionais; descrever como 4ª revolução industrial influencia a formação dos alunos; descrever as competências necessárias que os alunos precisam ter para estarem aptos a adentrar no mercado de trabalho. Explicar como essas metodologias podem influenciar na formação de profissionais capacitados à indústria 4.0; propor as alterações necessárias para atualização das metodologias dos docentes em prol de uma educação que responda as demandas do mercado na 4ª revolução industrial.

Referências

ARAÚJO, S. P.; VIEIRA, V. D.; KLEM, S. C. S.; KRESCIGLOVA, S. B, Tecnologia na educação: contexto histórico, papel e diversidade. IV Jornada de Didática III Seminário de Pesquisa do CEMAD 31 de janeiro, 01 e 02 de fevereiro de 2017.

ESTEVE, José Manoel. Escenarios del presente e interrogantes para la construcción del futuro. In: MEDRANO, Consuelo Vélez de; VAILLANT, Denise. Aprendizaje y desarrollo profesional docente. Madrid: Santillana, 2009. p. 17-27.

NUNES, C.P.; OLIVEIRA, D.A, Trabalho, carreira, desenvolvimento docente e mudança na prática educativa. Educ. Pesqui., São Paulo, Ahead of print, abr. 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-97022017000100066&lng=pt&tlng=pt. Acessado no dia 05 de agosto de 2020.

OLIVEIRA, Enoque Fôro de. Ensino de geografia e educação 4.0: caminhos e desafios na era da inovação, revista amazônia sobre ensino de geografia. Belém, v. 01, n. 01, p. 62-72, jan. / jun. 2019.

PANCREOBUTR, V. Education 4.0: New Challenge of Learning. St. Theresa Journal of Humanities and Social Sciences, Lecturer-Faculty of Education, St. Theresa International College, Thailand, vol. 2, Nº 2, July-December, 2016. Disponível em: . Acesso em: 20/01/2019.

Publicado
2020-08-20
Como Citar
Nóbrega, J. C. da S., & Freitas, M. B. de S. (2020). Mudanças metodológicas nos docentes para a formação de acadêmicos no âmbito profissional 4.0: A 4ª Revolução Educacional. Revista Brasileira De Filosofia E História, 9(1), 102-109. Recuperado de https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RBFH/article/view/8353
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)