A Teologia da libertação embutida no pensamento de Leonardo Boff:

Uma iluminação para as Comunidades Eclesiais de Base

Resumo

O artigo em tela parte da observação de escritos de Leonardo Boff (1986) que explica que a teologia da libertação surgiu ouvindo o “grito do oprimido”, para os pobres, mulheres, índios, negros, estigmatizados pela discriminação, os ecossistemas e a Terra. Nesse diapasão, o presente manuscrito visa compreender como a teologia da libertação se engaja para o desenvolvimento do indivíduo de forma honrada e humanizadora, e também será uma oportunidade para o pesquisador descrever práticas libertadoras baseadas nessa teologia que originaram projetos como as Comunidades Eclesiais de Base.

Biografia do Autor

José Cândido da Silva Nóbrega, Universidade Federal de Campina Grande - UFCG
Graduado em Administração; Graduado em Teologia pelo Centro Universitário Claretiano (CEUCLAR); MBA em Gestão Estratégica de Pessoas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV); Especialista em Teologia pela Universidade Católica Dom Bosco; Mestre pelo PPGSA – UFCG e Mestre em Negócios Internacionais -MUST.

Referências

BOFF, L. A Igreja se fez Povo. São Paulo: Vozes,1986.

______. Contribuição da eclesiogênese brasileira à Igreja universal. Petrópolis: Vozes, 2002. p. 81-82.

______. Igreja, carisma e poder: ensaios de eclesiologia militante. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 1982.

PORTILLA, M. L. A Visão dos vencidos: a tragédia da conquista narrada pelos astecas. Porto Alegre: L&PM, 1998.

Publicado
2021-01-20
Como Citar
Nóbrega, J. C. da S., Bezerra, C. G., Silva, M. M. F., Félix, I. C., Neto, V. G. da S., & Queiroz, J. P. B. de. (2021). A Teologia da libertação embutida no pensamento de Leonardo Boff:: Uma iluminação para as Comunidades Eclesiais de Base. Revista Brasileira De Filosofia E História, 10(1), 51-56. Recuperado de https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RBFH/article/view/8643
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)

1 2 > >>