MULHERES NO TRÁFICO DE DROGAS NO BRASIL: O ESTUDO DA MULHER NO ÂMBITO SOCIAL E SUA INSERÇÃO NO TRÁFICO DE ENTORPECENTES

  • Anielly Raianny da Silva Duarte UFCG
  • Elaine Cristina Diniz da Silva UFCG
  • Vanessa Érica da Silva Santos Universidade Federal de Campina Grande
  • Luiza Fernanda Leal Avelino UFCG
  • Giliard Cruz Targino UFCG

Resumo

O presente estudo enfoca na atuação das mulheres no tráfico de drogas no Brasil no século XXI. Dessa forma, objetiva-se compreender inicialmente o sistema patriarcal no qual as mulheres historicamente e socialmente foram inseridas, a criminalidade feminina também será discutida e por fim a introdução das mulheres no tráfico de drogas. Metodologicamente utilizará o método hipotético dedutivo, tendo como método de procedimento o histórico, buscou-se pesquisar em livros, periódicos e artigos que tangenciassem o referido assunto, além disso, gráficos estatísticos foram usados nessa pesquisa sendo retirados do site do Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN). Concluiu-se que a maioria das mulheres que se encontram no cárcere estão sendo penalizadas pela prática do crime de tráfico de substancias entorpecentes, que corresponde a 62% dos delitos por elas praticados, deixando o Brasil na quarta posição no ranking mundial na prática do crime de tráfico de drogas, e com certeza, contribui bastante para que o Brasil possua a maior população carcerária feminina do mundo. Viu-se, ainda que são vários os fatores que contribuem para que as mulheres pratiquem o crime de tráfico de drogas, e que os fatores mais comuns são: má influência dos cônjuges/companheiros, filhos, irmãos traficantes, bem como a falta de oportunidade de trabalho formal. Em síntese, as mais diversas desigualdades, como de raça, sexo, gênero, cor, social e econômica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anielly Raianny da Silva Duarte, UFCG
Graduanda em Ciências Jurídicas e Sociais - Direito pela Universidade Federal de Campina Grande – UFCG
Elaine Cristina Diniz da Silva, UFCG
Graduanda em Ciências Jurídicas e Sociais - Direito pela Universidade Federal de Campina Grande – UFCG
Vanessa Érica da Silva Santos, Universidade Federal de Campina Grande
Advogada, Professora Substituta da UFCG, Professora da UNIFIP, Especialista em Direito do Trabalho pela UNOPAR, em Direito Penal e Processo Penal pela UFCG e em Gestão Pública pelo IFPB; Mestra em Sistemas Agroindustriais pela UFCG.

 

Luiza Fernanda Leal Avelino, UFCG
Graduanda em Ciências Jurídicas e Sociais - Direito pela Universidade Federal de Campina Grande – UFCG
Giliard Cruz Targino, UFCG
Graduado em Ciências Jurídicas e Sociais - Direito pela Universidade Federal de Campina Grande – UFCG, Mestre em Sistemas Agroindustriais pela Universidade Federal de Campina Grande – UFCG
Publicado
2020-04-30
Como Citar
Duarte, A. R. da S., Silva, E. C. D. da, Santos, V. Érica da S., Avelino, L. F. L., & Targino, G. C. (2020). MULHERES NO TRÁFICO DE DROGAS NO BRASIL: O ESTUDO DA MULHER NO ÂMBITO SOCIAL E SUA INSERÇÃO NO TRÁFICO DE ENTORPECENTES. Revista Brasileira De Direito E Gestão Pública, 8(2), 298-307. Recuperado de https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RDGP/article/view/7903
Edição
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)

1 2 3 > >>